Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz

 

A Casa de Oswaldo Cruz é o centro de história, memória e divulgação científica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Criada em 1986, dedica-se à preservação do patrimônio cultural da Fiocruz e às atividades de pesquisa, ensino, documentação e divulgação da história da saúde e das ciências biomédicas no Brasil.

A preservação dos conjuntos edificados em Manguinhos é contínua. O Castelo da Fiocruz, edifício principal construído pelo arquiteto Luiz Moraes Júnior sobre a maior colina de Manguinhos no início do século 20 para abrigar laboratórios do então Instituto Soroterápico Federal, se tornou o símbolo máximo da instituição. Tombado pelo Iphan em 1981, é uma das únicas construções do Rio de Janeiro em estilo eclético com forte influência mourisca.

As atividades de pesquisa abrangemo campo da história, com publicação de livros e de obras de referência sobre a institucionalização, a produção de conhecimentos e as políticas públicas em ciência e saúde no País. A profissionalização e o conhecimento acumulado em seus departamentos levaram a Casa a promover estudosnos campos da arquivologia e documentação; divulgação científica; educação em museus; arquitetura e patrimônio cultural, com suas interfaces nas ciências e na saúde.

A Casa de Oswaldo Cruz possui o mais expressivo acervo do País sobre os processos políticos, sociais e culturais da saúde, com fotografias, filmes, documentos textuais, livros, objetos, coleções museológicas e depoimentos orais que remontam ao fim do século 19.  Preserva e dá acesso ao arquivo permanente da Fiocruz eaos arquivos pessoais de cientistas, médicos e sanitaristas, como Oswaldo Cruz e Carlos Chagas; estes dois nominados no Programa Memória do Mundo da Unesco.

No ensino, a Casa destaca-se ainda pelo Programa de Pós-Graduaçãoem História das Ciências e da Saúde (PPGHCS), pelos mestrados em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde eem Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde, além docurso de especialização em divulgação e popularização da ciência.Desenvolve intensa atividade editorial, com destaque para a revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, classificada como A1, nas áreas de história, educação, sociologia, ciências ambientais e interdisciplinar no Sistema brasileiro Qualis/Capes, que avalia cursos de pós-graduação e revistas científicas. Indexada no Brasil e no exterior, tem versão impressa e eletrônica e também está disponível na SciELO.

Com o Museu da Vida, a Casa de Oswaldo Cruz reflete o compromisso social da Fiocruz, com objetivo de informar e educar em ciência, saúde e tecnologia de forma lúdica e criativa. O Museu organiza exposições, jogos interativos, multimídias, peças teatrais e outras atividades visando despertar a curiosidade pela ciência e estimular a participação do público visitante nos processos sociais e culturais da ciência e da saúde.